como usar o amp

Entenda qual é a importância de configurar o formato AMP em seu site

Entenda qual é a importância de configurar o formato AMP em seu site

Saiba como deixar seu site mais rápido ao ser acessado por dispositivos móveis.

Os celulares tomaram conta do lar brasileiro e atualmente é muito difícil ver alguma pessoa que não tenha um dispositivo móvel em sua casa. Com a era dos smartphones, acessar a internet com eles se tornou algo corriqueiro do nosso dia a dia, porém anos atrás era uma experiência muito frustrante, pois para realizar pesquisas através dos buscadores levava muito tempo e a desistência de continuar acessando aquele site era grande.

Em 2015, pensando em resolver esse problema o Google apresentou o AMP Project, juntamente com outras empresas de tecnologia. Essa sigla significa Accelerated Mobile Pages e traduzindo para a nossa língua refere-se a páginas de websites que são otimizadas para ter um carregamento mais rápido, quando acessadas por tablets e celulares.

Para você que tenha um site, seja blog ou comercial, é importante ter um AMP HTML em sua página, pois isso te dará mais visitantes, tendo em vista que 75% dos brasileiros acessam a internet pelos aparelhos móveis. Segundo pesquisas, uma página que demora até 10 segundos para carregar pode ter um aumento na taxa de rejeição de até 123%.

Ainda não está convencido que essa é a melhor opção para promover os acessos de sua página? Ainda não entendeu o que uma página com essa configuração pode fazer e por qual motivo você precisa dela? Continue lendo esse artigo e saiba o porque ela é tão importante para melhorar o desempenho da navegação da internet via celulares ou tablets.

Vantagens, benefícios e curiosidades sobre o AMP :

A tecnologia está disponível para editores, plataformas de consumidores e criadores. Ela prioriza a velocidade do carregamento de uma página, fazendo com que todo o conteúdo publicado como vídeos, fotos e gifs funcione de uma forma extremamente rápida. Uma das vantagens dessa inovação é que qualquer um pode acessar e aplicar as configurações necessárias ou ainda fazer parte do projeto e oferecer melhorias. Além disso, os editores e anunciantes podem escolher como apresentar o seu conteúdo e ainda melhorar os principais indicadores de desempenho.

Ele é dividido em 3 configurações, sendo AMP HTML, AMP JS e Google AMP Cache. O primeiro se trata de um código HTML diferente, pois algumas tags são substituídas por tags especificas da versão mais rápida. Já o segundo é responsável pela renderização veloz nas páginas e o terceiro serve para armazena todas as páginas em AMP HTML em cache nos servidores do Google e melhorar o desempenho. Para saber se uma página do resultado de buscas possui essa técnica implantada basta observar se ela está marcada com a sigla e em seguida, clicar que a versão simplificada será carregada no mesmo instante.

Os Stories se tornaram tão populares e queridinhos dos internautas que agora também terá conteúdos neste formato nos resultados de busca. O Google anunciou no dia 13 de fevereiro de 2018, a AMP Stories, a grande novidade que ainda está em versão de teste com alguns sites de comunicação.

 

Gostou do artigo? E você tem um website? Se sim, já pensou em configurar essa tecnologia nele? Conte para nós o que achou e sua experiência com páginas da web.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *